GOLIAS E A ARTE DE VENCER SEM LUTAR

Edmar dos Santos Pedrosa

Resumo


As batalhas travadas na antiguidade, ao que parece, sempre são contatadas pelos vencedores e, por esta razão, detalhes importantes acabam se perdendo na narrativa. Com Davi e Golias, até por conta do romantismo épico e pelo caráter pedagógico da , que enaltece o poder miraculoso de Deus nas ações humanas, talvez o detalhe humano mais importante tenha ficado no ostracismo, qual seja, a condição de saúde do gigante e, estrategista, Golias. É certo que Davi era um homem pequeno, camponês e franzino, no entanto, não temeu o gigante filisteu quando, pela primeira e última vez, esteve em sua presença. A razão é a intervenção milagrosa de Deus, a maestria de Davi no empunhar a funda, sua coragem destemida, mas acima de tudo, o fato de ter visto algo que ninguém até então tinha visto – seu oponente não era um guerreiro gigante, mas sim um enfermo que sofria de gigantismo, uma patologia rara, porém, cruel.

Palavras-chaves: Davi. Golias. Estratégia militar. Gigantismo.

Goliath and the art of winning without fighting

ABSTRACT

The antiquity battles seems to be told by the victors, and for this reason, important details were lost in the narrative. David and Goliath's history, even because of the epic romanticism and pedagogical aspect of the battle that praises the miraculous power of God in human actions, perhaps the most important human detail has been ostracized, that is, the health condition of the giant and, strategist, Goliath. It is true that David was a small man, peasant and neat, however, he was not afraid of the Philistine giant. The reason is God's miraculous intervention, David's mastery of the sling, his fearless courage, but most of all, the fact that he saw something that no one had ever seen-his opponent was not a giant warrior, but rather a patient suffering from gigantism, a rare but cruel pathology.

Keywords: David. Goliath. Military strategy. Gigantism.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Revista Batista Pioneira está licenciada com uma Licença Creative Commons – Atribuição – Não Comercial – Sem Derivações – 4.0 Internacional.

A revista está catalogada nos seguintes indexadores: