AMIZADE DISCIPULADORA NO CRISTIANISMO DOS PRIMÓRDIOS: Uma breve investigação da responsabilidade de cada cristão perante Mateus 28.19 até o fim do segundo século

Diogo da Cunha Carvalho

Resumo


Resumo

O presente artigo busca investigar de que forma o cristianismo dos primórdios compreendeu o mandato discipular de Mateus 28.19,20 sob a perspectiva de todo cristão. Analisa como o estabelecimento das igrejas locais a partir de Antioquia e o concomitante surgimento dos papéis definidos de pastor e mestre desaguou na cisão do “fazer discípulos” em duas ações: o primeiro anúncio do evangelho, que permaneceu sob a responsabilidade de cada cristão, e a instrução na fé, que passou a ser considerada de competência dos bispos, na qualidade de sucessores dos apóstolos. No entanto, é possível escavar de algumas obras dentre a larga produção textual das comunidades cristãs dos dois primeiros séculos, sobretudo no livro de Atos e na Apologia Maior de Justino Mártir, indícios de que o cristianismo dos primórdios conservou o elemento relacional da missão de todo cristão subjacente a Mateus 28.19. Ao final, propõe o conceito que denomina amizade discipuladora, o qual seria aplicável a cada cristão da atualidade e consistente com as fontes bíblicas e patrísticas da missão discipuladora individual dos seguidores de Jesus.

Palavras-chaves: Amizade discipuladora. Cristianismo primitivo. Discipulado. Mateus 28.19.

Discipling friendship in the Early Christianity: A brief investigation of each Christian’s responsibility before Matthew 28.19 until the end of second century

Abstract

To investigate the way the early Christianity understood the discipleship mandate of Mathew 28:19 is the central focus of this article. It analyses how far the establishment of local churches from Antioch and the concomitant appearance of defined rolls of pastor and master resulted in a peculiar missiology. This missiology separated disciple-making in two actions: the initial proclamation, which remained under the responsibility of every Christian, and the instruction on the faith, that came to be a bishop’s competence, as he was considered the successor of the apostles. However, it’s possible to dig from some works among the abundant production of the first two centuries Christian literature, mainly the New Testament and the Justin the Martyr’s First Apology, evidences that the early Christianity preserved the relational element of every Christian’s mission behind Mathew 28:19. Finally, the article proposes a concept called, “discipling friendship”, which would be applicable to every Christian today and coherent with the biblical and patristic source of the individual discipleship mission of Jesus’ followers.

Keywords: Discipling friendship. Early Christianity. Discipleship. Matthew 28:19.

 


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Revista Batista Pioneira está licenciada com uma Licença Creative Commons – Atribuição – Não Comercial – Sem Derivações – 4.0 Internacional.

A revista está catalogada nos seguintes indexadores: