AS RELAÇÕES ENTRE A ONTOLOGIA GREGA E A FORMAÇÃO DA TEOLOGIA CRISTÃ: UMA ABORDAGEM PANORÂMICA

Eliézer dos Santos Magalhães

Resumo


Resumo

Pode-se perceber na teologia cristã ocidental a influência da ontologia em sua formação. A ontologia moldou a cosmovisão cristã por meio da ênfase em conceitos filosóficos gregos, e a utilização de lentes hermenêuticas modernas, e que são estranhas às Escrituras. O objetivo deste artigo é identificar alguns destes elementos da ontologia grega e da moderna que influenciaram a teologia, forjando sua cosmovisão de dentro para fora. Alguns dos aspectos mais visíveis desta influência podem ser percebidos na racionalização do conceito de fé; na interpretação da doutrina da justificação em termos jurídicos romanos; na ênfase exacerbada ao conceito de verdade, inocência e culpa como valores metafísicos cristãos; a visão dualista da vida; na negligência teológica quanto à ontologia da honra e da vergonha; e no rebaixamento da teologia a um meto aglomerado de conceitos doutrinários. Termos bíblicos como o logos joanino, a fé, a justificação, o ser humano, e diversos outros, precisam ser purificados da influência metafísica que foi projetada sobre eles. Além disso, é preciso pensar a ontologia a partir da revelação bíblica, a fim de oferecer ao pensamento teológico uma lente interpretativa que seja coerente com as Escrituras.

Relations between the Greek Ontology and the formation of Christian Theology: a panoramic approach

Abstract

One can see in Western Christian theology the influence of ontology in its formation. Ontology has shaped the Christian worldview through the emphasis on Greek philosophical concepts, and the use of modern hermeneutical lenses, which are foreign to the Scriptures. The purpose of this article is to identify some of these elements of Greek and modern ontology that influenced theology, forging its worldview from the inside out. Some of the most visible aspects of this influence can be perceived in the rationalization of the concept of faith; in the interpretation of the doctrine of justification in Roman legal terms; in the exacerbated emphasis on the concept of truth, innocence and guilt as Christian metaphysical values; the dualistic vision of life; in theological neglect of the ontology of honor and shame; and in the relegation of theology to an agglomerated of doctrinal concepts. Biblical terms such as the Johannine logos, faith, justification, the human being, and several others need to be purified from the metaphysical influence that has been projected upon them. Moreover, it is necessary to think of ontology from biblical revelation in order to offer to theological thinking an interpretive lens that is consistent with the Scriptures.

 


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Revista Batista Pioneira está licenciada com uma Licença Creative Commons – Atribuição – Não Comercial – Sem Derivações – 4.0 Internacional.

A revista está catalogada nos seguintes indexadores: