A nova realidade feminina com o fim do androcentrismo a partir de Jesus

Vanderlei Alberto Schach

Resumo


Este artigo objetiva analisar a trajetória da mulher ao longo da história das civilizações, normalmente dominadas pelo androcentrismo. Obviamente, é simples demais para esgotar o assunto. Primeiramente será feita uma descrição da mulher no início da civilização humana, envolvendo sua criação em relação à do homem. Para esta descrição, o Antigo Testamento da Bíblia servirá de base. Na sequência, a cultura grega também será brevemente descrita e nela a posição social da mulher no pensamento das escolas filosóficas da época, como a pitagórica, a platônica e a aristotélica. Da mesma forma se procederá na descrição da cultura romana. Também será abordada a situação da mulher no judaísmo a partir da lei mosaica e suas consequências para ela num contexto em que a lei já não mais satisfaz a necessidade humana. A partir dessa situação, com o surgimento do cristianismo, será observado o comportamento de Jesus na sua contemporaneidade em relação às mulheres e o seu posicionamento frente à cultura dominada pelos homens. Por fim, serão feitas considerações finais também para a atualidade.

Palavras Chave: Mulher. Androcentrismo. Divórcio. Jesus.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Revista Batista Pioneira está licenciada com uma Licença Creative Commons – Atribuição – Não Comercial – Sem Derivações – 4.0 Internacional.

A revista está catalogada nos seguintes indexadores: