Utilitarismo: suas bases, aplicações práticas e oposição a fé

Francis Natan Gonçalves Martins, Claiton André Kunz

Resumo


RESUMO: O utilitarismo foi uma moralidade elaborada nos séculos XVIII e XIV, por Jeremy Bentham e John Stuart Mill, propondo que a única regra regedora das decisões, julgamentos e atos deve ser a satisfação, ou seja, a felicidade do indivíduo. Também é abominada toda e qualquer possibilidade de sofrimento ou dor. Sendo assim, para o utilitarismo, as ações são boas quando promovem a felicidade e más quando promovem o sofrimento. Nesta moral, o homem é o centro das decisões e usa de seus parâmetros para determinar o bom e o mau. A ótica utilitarista está presente na contemporaneidade, sendo usada para decisões no meio jurídico, social e até mesmo na individualidade por alguns cristãos. Por ser uma moralidade baseada e voltada ao homem, torna-se uma oposição à fé cristã, visto que Deus e Sua Palavra devem conduzir a moralidade dos discípulos de Jesus.

Palavras-chaves: Utilitarismo. Moral. Felicidade. Jeremy Bentham. John Stuart Mill.

Utilitarism: Its Bases, Practical Applications and Opposition to Faith

ABSTRACT: Utilitarianism was a morality elaborated in the 18th and 14th centuries, by Jeremy Bentham and John Stuart Mill, proposing that the only rule that governs decisions, judgments and acts must be satisfaction, that is, the happiness of the individual. Any possibility of suffering or pain is also abhorred. Thus, for utilitarianism, actions are good when they promote happiness and bad when they promote suffering. In this morality, man is the center of decisions and uses his parameters to determine the good and the bad. The utilitarian perspective is present in contemporary times, being used for decisions in the legal, social and even individuality by some Christians. Because it is a morality based on and focused on man, it becomes an opposition to the Christian faith, since God and His Word must lead to the morality of Jesus' disciples.

Keywords: Utilitarianism. Moral. Happiness. Jeremy Bentham. John Stuart Mill. 

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Revista Batista Pioneira está licenciada com uma Licença Creative Commons – Atribuição – Não Comercial – Sem Derivações – 4.0 Internacional.

A revista está catalogada nos seguintes indexadores: